Arábia Saudita diz que refinarias foram atingidas por 18 drones e 7 mísseis e mostra destroços | Rede Ilha FM
últimas Notícias

19 de set de 2019

Arábia Saudita diz que refinarias foram atingidas por 18 drones e 7 mísseis e mostra destroços

Porta-voz destacou que o ataque "foi inquestionavelmente apoiado pelo Irã" (Foto: Stringer/EFE)

O porta-voz da coalizão militar liderada pela Arábia Saudita, Turki al-Maliki, disse, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (18/09), que os ataques cometidos no sábado passado contra as instalações da petroleira saudita Aramco foram realizados com 18 drones e sete mísseis iranianos.

Maliki declarou que os ataques foram disparados do norte, e não do sul, segundo as primeiras investigações sobre o caso. A ofensiva contra as refinarias de Abqaiq e Khurais, na Arábia Saudita, foi reivindicada pelos rebeldes houthis do Iêmen.

“Estamos trabalhando para saber exatamente o ponto de lançamento dos drones e mísseis, temos várias maneiras de identificar esse ponto, mas por enquanto não podemos dar mais informações sobre isto”, concluiu o porta-voz.

Ele afirmou ainda que o ataque “foi inquestionavelmente apoiado pelo Irã”, embora tenha evitado responder diretamente a essas perguntas.

Destroços exibidos

Na entrevista coletiva, Maliki também mostrou os destroços de três mísseis que não atingiram seu objetivo e foram recuperados e inspecionados. Ele afirmou que, depois de analisá-los, pode afirmar que são de tipo Delta Wing iraniano.

O porta-voz destacou que o alcance dos drones é de 1,2 mil quilômetros, e o dos mísseis é de 700 quilômetros, por isso que considerou que “eles nunca poderiam ser lançados do Iêmen”.

Por fim, Maliki defendeu os sistemas de defesa aérea da Arábia Saudita, que não puderam evitar o ataque múltiplo, causando a redução de 50% da produção de petróleo do reino mais de 48 horas. “Nossas defesas aéreas interceptaram mais de 200 mísseis balísticos e 258 drones”, enfatizou.

*Com EFE
« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário