Bolsonaro: RS pode virar Roraima se ‘esquerdalha’ voltar na Argentina | Rede Ilha FM
últimas Notícias

13 de ago de 2019

Bolsonaro: RS pode virar Roraima se ‘esquerdalha’ voltar na Argentina

"A turma da Cristina Kirchner é a mesma turma de Dilma Rousseff, Nicolás Maduro, Hugo Chávez e Fidel Castro", disse o presidente (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro demonstrou preocupação, nesta segunda-feira (12/08), com a derrota do presidente Mauricio Macri nas eleições primárias da Argentina. Em discurso no Rio Grande do Sul, ele disse que, se sair vitoriosa das eleições, a chapa de Cristina Kirchner pode colocar o país em situação semelhante à da Venezuela – fazendo com que o estado enfrente o mesmo problema de migração que Roraima.

“A turma da Cristina é a mesma turma de Dilma Rousseff, Nicolás Maduro, Hugo Chávez e Fidel Castro. Povo gaúcho, se essa esquerdalha voltar aqui na Argentina, nós poderemos ter, sim, no Rio Grande do Sul, um novo estado de Roraima. E não queremos isso: irmão argentinos fugindo pra cá, tendo em vista o que de ruim parece que deve se concretizar por lá caso essas eleições realizadas ontem se confirmem agora no mês de outubro”, disse.

Neste domingo (11/08), a chapa da Frente de Todos, formada por Alberto Fernández e Kirchner, impôs uma dura derrota a Macri nas eleições primárias, de acordo com os resultados divulgados pelo Ministério do Interior.

Com 80,35% das urnas apuradas, Fernández e Cristina, candidata à vice-presidência, obtiveram 47,1% dos votos, uma vantagem de quase 15 pontos percentuais em relação a Macri, da coalizão Juntos pela Mudança, que tem 32,48%. Na terceira posição vem o ex-ministro Roberto Lavagna, do Consenso Federal, com 8,41%.

Como as principais coligações já definiram suas chapas para a eleição presidencial, as primárias servem como um teste para o primeiro turno do pleito, marcado para ocorrer no próximo dia 27 de outubro. Ficarão de fora da disputa pela Casa Rosada os candidatos que não conseguirem hoje 1,5% dos votos.
« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário