Ministério Público investiga rompimento de barragem em Pedro Alexandre (BA) | Rede Ilha FM
últimas Notícias

13 de jul de 2019

Ministério Público investiga rompimento de barragem em Pedro Alexandre (BA)

Pelo menos 350 famílias ficaram desabrigadas após o rompimento da barragem do Quati, em Pedro Alexandre (BA) (Foto: Reprodução) 

O Ministério Público da Bahia (MPBA) instaurou um inquérito civil para apurar as causas e as consequências do rompimento da barragem do Quati, no município de Pedro Alexandre (BA). O incidente ocorreu na manhã de quinta-feira (11/07) e deixou pelo menos 350 famílias desabrigadas. Não há informações de vítimas fatais nem de desaparecidos.

De acordo com a promotora do meio ambiente do Ministério Público baiano, Luciana Khoury, o inquérito tem como objetivo apurar a situação em que a barragem se encontrava. “Vamos apurar as responsabilidades, se houve as devidas medidas para a construção da barragem, se tiveram as fiscalizações pelo Enema, que é o órgão que tem essa responsabilidade. O que essas fiscalizações apontaram? Já existiam indicações de problemas estruturantes na barragem? Porque essa barragem é considerada de alto risco em razão da população logo abaixo”, disse ela.

A promotora do meio ambiente explicou ainda que, por ser uma região semi árida, a chuva é importante para a população local, que sofria há quatro anos com a seca. O grande volume das águas nos últimos dias é que pode ter causado o rompimento da estrutura.

Ao contrário da barragem de Brumadinho, por exemplo, que estourou no começo deste ano, a estrutura de Pedro Alexandre não era composta por rejeitos de minério, conforme explica Khoury. “Você tem uma diferneça porque ela não é feita com rejeito, ela é feita com água e existe a passagem de água de maneira permanente.”

A barragem do Quati foi construída pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car) e entregue em novembro de 2000 à Associação de Moradores da Comunidade de Quati.
« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário