Puigdemont declara independência da Catalunha e a suspende para dialogar | ilha FM - Paulo Afonso
últimas Notícias

11 de out de 2017

Puigdemont declara independência da Catalunha e a suspende para dialogar

Desejo de independência da Catalunha foi aprovado por 90% da população que votou no último referendo (Foto: Enric Fontcuberta/EFE)

Em discurso no parlamento da Catalunha, o líder catalão Carles Puigdemont declarou a independência da Espanha. Segundo Puigdemont, este é o desejo de 90% do povo catalão que votou no referendo do último dia 1º de outubro.

O líder regional frisou ainda que o resultado da votação mostra que a primeira batalha já foi ganha. Ele também citou a ditadura de Franco e pontuou que a cultura catalã foi deixada de lado ao longo da história. Por isso, a única forma de retomar as raízes é a independência.

No entanto, Puigdemont pede ao Parlamento que suspenda a declaração de “independência”, uma vez que a ideia é que aconteça mais diálogo e negociações por meio da mediação internacional.

Puigdemont afirmou não ter nada contra a Espanha, mas ressaltou que a relação é “insustentável”, após anos do que considera como agravos por parte das autoridades espanholas. Lembrou ainda que durante muito tempo exigiu um referendo estipulado como o celebrado na Escócia mas se tem encontrado com “uma negativa radical e absoluta” do Governo espanhol.

Entre os agravos, o líder regional mencionou o que considera “menosprezo” à língua e à cultura catalãs, a falta de investimentos e a decisão do Tribunal Constitucional espanhol, em 2010, de cortar o Estatut (lei fundamental na Catalunha) que tinha sido aprovado em consulta popular poucos anos antes.

Para ele a Catalunha “é um assunto europeu” e se compromete a “diminuir a tensão” gerada pelo referendo separatista do último dia 1º.

« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário