Trocas na CCJ garantem maioria contra relatório de Zveiter | ilha FM - Paulo Afonso
últimas Notícias

11 de jul de 2017

Trocas na CCJ garantem maioria contra relatório de Zveiter

Foram trocados deputados que apesar de serem da base, adiantaram que votariam pela abertura do processo contra o presidente (Foto: Reprodução/ilha FM)

O presidente Michel Temer fez demonstração de força na Câmara e trocou nove integrantes da Comissão de Constituição e Justiça, e muda o quadro e a tendência. Agora, até deputados contrários ao presidente admitem que o Governo recuperou a maioria.

Foram trocados deputados que apesar de serem da base, adiantaram que votariam pela abertura do processo contra o presidente. Aí, foram colocados deputados de confiança em seus lugares.

O ex-deputado Waldemar Costa Neto, condenado no Mensalão, foi ao Palácio do Planalto, se encontrou com Temer e, depois disso, o PR trocou quatro infiéis na comissão. O líder do partido, deputado José Rocha, considera o movimento natural. Ele disse que consultou os deputados sobre a decisão de abrir ou não o processo contra o presidente: “se eles fossem votar a favor da denúncia, eles pediriam para sair e serem substituídos e assim foi o que foi feito. Os que se manifestaram depois que votariam a favor da denúncia, pediram para sair. A exceção do delegado Valdir, porque tinha manifestado na reunião que se ele formasse opinião a favor da denúncia ele poderia ser substituído, e assim foi feito”.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) alertou que a ação de Temer na CCJ foi agressiva e rápida: “se você imaginar que tivemos oito modificações substanciais, você demonstra que tivemos alteração de oito votos que dão maioria contra o relatório”.

Depois da apresentação do relatório de Sergio Zveiter recomendando a abertura do processo no Supremo contra Temer, o presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco, abriu prazo de duas sessões para vistas e na quarta-feira (12/07), retoma o debate.


« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário