Sampaoli exalta parceria entre Messi e Dybala e peso de amistoso | ilha FM - Paulo Afonso
últimas Notícias

8 de jun de 2017

Sampaoli exalta parceria entre Messi e Dybala e peso de amistoso

Lionel Messi e Paulo Dybala se preparam para enfrentar o Brasil, nesta sexta-feira (Foto: Reprodução/AFA)

O treinador Jorge Sampaoli, que estreia na seleção da Argentina no amistoso contra o Brasil, nesta sexta-feira, às 7h05min, em Melbourne, disse em entrevista coletiva nesta quinta que pretende tirar proveito da parceria entre Lionel Messi e Paulo Dybala, classificado por muitos como principal candidato a ocupar o lugar do camisa 10 argentino no futebol, para levar o país ao Mundial da Rússia, em 2018. O treinador ainda exaltou o peso que o duelo desta sexta (09/06) tem para o time nacional, embora seja de caráter de preparação para a reta final das Eliminatórias Sul-Americanas.

"O entendimento no jogo de dois futebolistas como Messi e Dybala para a Argentina será muito importante. Estas partidas amistosas te dão a possibilidade de avaliá-los para ver que grau de compatibilidade podem ter", afirmou o comandante da seleção argentina, ressaltando a importância do entrosamento entre ambos para a sequência nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa da Rússia, em 2018.

Dybala se destacou na última temporada europeia pela Juventus. O jovem, de 23 anos, levantou o título italiano, faturou a Copa da Itália e chegou à final da Liga dos Campeões com a equipe - a decisão foi vencida pelo Real Madrid, por 4 a 1, no último sábado, no País de Gales. Já Messi manteve o seu alto nível de atuações no Barcelona, mas terminou a última temporada somente com a conquista da Copa do Rei da Espanha.

O desempenho de Dybala com o clube italiano e as características dele ativam as comparações com Messi. Como o cinco vezes ganhador do prêmio de melhor jogador do mundo concedido pela Fifa, Dybala é canhoto, tem baixa estatura e também iniciou no futebol argentino no pequeno clube chamado Instituto, de Córdoba, antes de ser negociado com o Palermo, aos 18 anos, e chegar à Juventus em 2015.

"Dybala é um jogador que apareceu já com grande expectativa para o futebol argentino. Mas, além do lugar que ocupam, vão dar à equipe um potencial individual muito importante. Temos de torcer para que essa grande capacidade individual gere uma conexão que nos permita trabalhar", avaliou o comandante argentino.

O técnico Jorge Sampaoli exaltou a decisão de Messi de participar dos amistosos contra Brasil e Cingapura, enquanto algumas estrelas do futebol brasileiro - como Neymar - não foram convocadas pela comissão técnica do País para a partida desta sexta-feira (09/06).

"Temos de agradecer pelo melhor jogador do mundo venha da China e deixe suas férias. Dentro do futebol mundial, creio que foi o único jogador que participou dessa série de amistosos. O valorizo muito e isso o faz muito maior do que já é", enfatizou o treinador argentino.

Apesar de contar com Messi e outras estrelas, como Sergio Agüero, Gonzalo Higuaín e Angel Di María, a Argentina tem sofrido todo tipo de problemas no qualificatório sul-americano para o Mundial da Rússia e precisa engrenar a quatro jogos do fim desta fase de classificação.

Somente os quatro primeiros obterão vaga para a Copa do Mundo. O quinto colocado - posição ocupada pela Argentina neste momento - terá de disputar uma repescagem com o líder das Eliminatórias na Oceania. A próxima partida da Argentina pelo qualificatório sul-americano para a Copa de 2018 será no dia 31 de agosto, no Uruguai, contra o selecionado celeste.


« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário