''Nossa sexualidade não deve ser oprimida'', defende Cleo Pires | ilha FM - Paulo Afonso
últimas Notícias

11 de mai de 2017

''Nossa sexualidade não deve ser oprimida'', defende Cleo Pires

(Foto: reprodução/Instagram)

Cleo Pires é conhecida por suas posições firmes em relação a vários assuntos, inclusive, sexualidade e empoderamento feminino. Com o assunto mais do que em alta, a atriz enche a boca para dizer “sou feminista”.

“Está super em voga isso. Toda vez que repito essa frase, logo penso ‘putz, acho que cansou um pouco o termo’. Mas eu não acho que cansou. É muito bom que todo mundo esteja falando nisso. Fui percebendo aos poucos que precisamos primeiro falar sobre feminismo para entenderem que isso não é algo excludente”, afirmou em entrevista à revista “Vogue”. 

(Foto: reprodução/Instagram)

A filha de Gloria Pires ressaltou que sua luta é para os as mulheres terem mais direitos que os homens. “Quando pedimos direitos iguais, não estamos pedindo para sermos tratadas como homens. É entender o que é a mulher e a peculiariedade de cada uma, mas, também, ter um conjunto de leis que nos privilegiem todos, e não só os homens. E isso ainda não aconteceu, então nós precisamos do feminismo. Principalmente na cultura que temos”, acrescentou. 

Cleo Pires destacou que, sem perceber, as próprias mulheres se expressam de maneira machista ao falar de um determinado tema. “Isso acontece muito nos casos de estupro: logo queremos saber como ela estava vestida e o que ela fez para aquilo acontecer. Existe uma mentalidade em culpar a mulher por mostrar a sua sensualidade e se expressar de forma diferente, ou por não usar sutiã, por exemplo. O peito não é um orgão sexual, é um orgão com o qual você alimenta. Você pode usá-lo como sexual se quiser, mas não deve ser encarado desta forma. A nossa sexualidade não deve ser oprimida”, concluiu.


« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário