O que muitos não contam: O muro nos Estados Unidos já existe! | ilha FM - Paulo Afonso
últimas Notícias

25 de jan de 2017

O que muitos não contam: O muro nos Estados Unidos já existe!

Quem fez o muro fascista na imagem acima? Trump? Não! São fotografias do imenso muro construído no governo de Bill Clinton, iniciado 1994, na fronteira dos EUA com o México. (Foto: Reprodução)

Por: Leandro Souza

O muro visto na imagem, que tem uma extensão de mais de 3 mil km (cerca de 2 mil milhas), começou a ser construído em 1994, no governo de Bil Clinton.  Já em 2006, no governo Bush, com o Departamento de Segurança Interna (DHS) americano, pouco mais de 700 milhas foram extendidos, após o "Ato de Segurança das Fronteiras" (Secure Fence Act)**, aprovado em 2006. 

O que a esquerda grita tanto por aqui - "Trump é nazista, louco, xenófobo", sobre as declarações de Donald Trump de um possível muro na fronteira com o México, são apenas continuações da construção do governo Clinton, feita para impedir a imigração em massa de ilegais que atravessavam a fronteira do México com os Estados Unidos. 



A então senadora, Hillary Clinton, votou a favor do projeto de lei apresentado pelos republicanos, assim como 26 outros democratas - "Eu votei inúmeras vezes quando era senador para gastarem dinheiro e construírem uma barreira para tentar impedir que imigrantes ilegais entrem nos EUA", comentou a senadora em um evento de campanha em 2015 - "e eu acho que você tem que controlar suas fronteiras."

Outra coisa não dita por muitos "jornais", é que existem cerca de 65 muros espalhados ao redor do mundo

- Arábia Saudita e Iraque: Respondendo à ascensão do grupo Estado Islâmico no ano passado, os sauditas estão suplementando uma cerca de 7 metros de altura num "acostamento" de areia existente na fronteira do Iraque e mais 78 torres de observação, oito centros de comando, 10 vigilância móvel veículos, 32 centros de resposta rápida, e três pelotões de intervenção rápida.

Muro construído pela Arábia Saudita na fronteira com o Iraque (Foto: Reprodução)


- Grécia-Turquia: Um efeito colateral para melhorar as relações com a Turquia e a remoção de minas terrestres ao longo da fronteira, a Grécia se tornou o ponto de entrada principal dos migrantes na Europa, mesmo no momento em que a economia entrava em colapso. Assim, em 2012 ele construiu-se um muro de quase 10 km ao longo da fronteira.

Muro construído pela Grécia na fronteira com o Turquia (Foto: Reprodução)


- Espanha-Marrocos: Os enclaves espanhóis de propriedade de Ceuta e Melilla na costa Norte da África são protegidos por cercas de fronteira de alta tecnologia. Muitos morreram tentando invadir as cercas, algumas tiro por das forças marroquinas.

A Espanha integra a parte do continente europeu que se separa da África pelo Mar Mediterrâneo. No Estreito de Gibraltar, há um pequeno intervalo separando as duas regiões, ponto onde se localiza a cidade de Ceuta e, mais a leste, a cidade de Melilla. Essas duas cidades são de domínio da Espanha, que afirma possuir esses territórios antes mesmo da constituição de Marrocos, país onde tais cidades estão situadas.

Muro construído pela Espanha na fronteira com o Marrocos (Foto: Reprodução)

Não vamos detalhar todos, mas a aberração do jornalismo brasileiro passa dos limites. 

« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário