Vasco: Eurico diz que tentará reeleição e promete ''presente'' à torcida | ilha FM - Paulo Afonso
últimas Notícias

21 de dez de 2016

Vasco: Eurico diz que tentará reeleição e promete ''presente'' à torcida

Eurico aponta que problemas financeiros são frutos da gestão de Roberto Dinamite (Foto: Reprodução/Agência Estado)

O presidente Eurico Miranda convocou coletiva de imprensa nesta última terça-feira (20/12) para fornecer um balanço geral da situação financeira do Vasco. Como lhe é característico, no entanto, o dirigente foi além e não fugiu de polêmicas. Entre outros assuntos, criticou mais uma vez a administração anterior de Roberto Dinamite e prometeu concorrer à reeleição em 2017.

"Não quero nem saber de quem tenho apoio. Eu vou (concorrer à eleição). Para acabar com especulação. É para, inclusive, os não satisfeitos se apresentarem. Vou deixar um quadro muito melhor do que recebi. O orçamento vai ser aprovado agora e vocês vão ficar surpresos. Em orçamento total, acima de R$ 260 milhões. Só para o futebol são R$ 200 milhões. O Vasco vai brigar nas cabeças, com certeza", garantiu.

Segundo Eurico, os maus resultados do Vasco até o momento são frutos da gestão de Dinamite. O presidente acusou seu antecessor de ter deixado um rombo financeiro, com o qual ele teria que arcar, e afirmou que reduziu em mais de R$ 172 milhões a dívida vascaína, sendo que destes, pouco mais de R$ 162 milhões saíram dos cofres do clube.

"Foram assinadas dezenas de confissões de dívida que não nos deixam margem de discussão na Justiça. Isso nos obrigou a fazer acordos para que não tivéssemos todas as receitas penhoradas. E acordo tem que pagar. Eles (diretoria anterior) até faziam acordos, mas não pagavam e a dívida se multiplicava", contou. "O Vasco precisava e precisa do mínimo para poder se desenvolver no dia a dia. Se a gente demora mais um pouco para chegar, dificilmente conseguiríamos recuperar essa instituição."

Boa parte desta redução da dívida veio dos acordos trabalhistas. Eurico disse que, assim, reduziu a dívida com ex-jogadores de R$ 75 milhões em RS 22 milhões. Dos R$ 53 milhões restantes, o presidente garante que já quitou R$ 29 milhões. Entre os atletas pagos pelo clube, estão: Fernando Prass, Fagner, Edmundo, Felipe, entre outros. "Eles (antiga administração) contratavam e não pagavam, davam comissões a torto e a direito, não pagavam funcionários, água, gramado, nada. Nunca houve tanta irresponsabilidade no Vasco."

Com a situação financeira evoluindo, então, Eurico prometeu um 2017 bem melhor do que os últimos dois anos do Vasco e garantiu que não vai poupar esforços, inclusive em contratações. O presidente, aliás, afirmou que o torcedor receberá um "presente antes do Natal", mas fez mistério em relação ao nome.

"Estou voltando a uma fase em que todo Natal eu dava um presente E a torcida vai receber agora. Um presente antes do Natal", contou, antes de descartar o goleiro Renan, do Avaí. "Quem tem Martin Silva, não vai trazer outro goleiro. Sem querer desmerecer o Renan. Se já temos um goleiro, o presente não é um goleiro. Que nem aquele cara que a mulher pede um presente para o ano inteiro, o cara vai e dá um calendário. Tem de ser presente de verdade."


« PREV
NEXT »

Nenhum comentário

Postar um comentário